Busca

Valéria Fernandes Designer de interiores

Olá pessoal, montei esse blog para poder compartilhar e divulgar meus trabalhos, inspirações, dicas, novidades e curiosidades ligada ao designer de interiores, paisagismo, vitrinismo, mobiliário, decoração de festas, arquitetura e engenharia com vocês! "Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade."

Tag

collor

As cores do ano 2016

Todos os anos, a empresa especializada em cor Pantone escolhe uma cor para representar o ano. Pela primeira vez, em 2016, foram escolhidos dois tons, o Rosa Quartzo e o Azul Serenity.

Cores do ano 2016 Pantone Rosa Quartzo e Serenity

Essas cores não são escolhidas ao acaso: de acordo com a empresa, a cor selecionada é uma representação simbólica do momento que eles acreditam que estamos vivendo no mundo atualmente.

https://www.youtube.com/watch?v=VHp52H8xVjc&feature=youtu.be

A face mais suave da cor em 2016: Pela primeira vez, a mistura de duas cores – Rose Quartz e Serenity são as escolhidas como Cor do Ano PANTONE.

Os consumidores buscam o bem-estar e a consciencia como antídotos para as tensões modernas, aceitando cores que transmitem psicologicamente a tranquilidade e segurança que são cada vez mais necessárias. Juntas, Rose Quartz e Serenity evocam o equilíbrio que existe entre um rosa acolhedor como um abraço e um tom azul claro mais frio e tranquilo, refletindo a conexão entre o bem-estar e uma calma sensação de ordem e paz.


A cor resultante entre Rose Quartz e Serenity também desafia as percepções tradicionais de associações de cores.

Em muitas partes do mundo presenciamos uma indefinição entre os generos masculino e feminino, especialmente na moda, que por sua vez impacta as tendências de cores em todas as outras áreas do design. Esta abordagem unilateral da cor coincide com movimentos sociais em relação à igualdade de gêneros e fluidez, com uma maior liberdade do consumidor no uso da cor como uma forma de expressão, com uma geração que tem menos preocupação em ser estereotipada ou julgada e uma troca aberta de informações digitais que abre nossos olhos para diferentes abordagens no uso da cor.

https://www.youtube.com/watch?v=AAJ1vPe4w2c&feature=youtu.be

Uma escolha de cores simbólicas; um ‘snapshot’ colorido que representa o que vemos em nossa cultura, servindo como a expressão de um estado de espírito e de uma atitude. Pela primeira vez Pantone introduz dois tons, Quartz Rose e Serenity como a Cor do Ano Pantone 2016. Quartz Rose é um tom persuasivo mas também suave que transmite compaixão e uma certa compostura. Serenity é leve e arejado, como o firmamento do céu azul acima de nós, trazendo alívio e relaxamento, mesmo em tempos turbulentos.

HARMONIAS COM A COR DO ANO

Em todas matérias primas, superfícies macias ou duras, a composição Rose Quartz e Serenity traz calma e relaxamento. Lindo em todos os acabamentos, fosco, metálico ou brilhante, o par envolvente se harmoniza facilmente com outros meios-tons, incluindo verdes e roxos, marrons ricos, e todos os tons de amarelo e rosa. Adicione prata ou tons vibrantes e quentes para mais efeito e brilho.

ambiente-cor-tendencia-rserenity

Ai gente eu amo essas cores, e vocês o que acham???

Espero que tenham gostado do post de hoje.

Não se esqueçam de curtirem ai quem gostou viu Rsrs…

E vou deixar também aqui minha fan-page correr lá e curti viu 😉
https://m.facebook.com/Valeriafernandesdesigner

E meu Instagram@valeriafd_designer

Até a próxima…
Bjim

Anúncios

Psicologia das cores aplicado no Design de interioes – Parte II

Olá Galera

Bom hoje vem continuar a postagem Parte II sobre a psicologia das cores aplicadas no design de interiores.

Como vocês viram no post anterior as cores tem grande influencia na nossa vida e se ampliadas corretamente nos ambientes tem poder de alegrar, acalmar  e muito mais.

Então vamos lá para próximas cores.

Verde

O verde é uma cor muito bem-vinda a ambientes e regiões quentes. Essa cor reflete frescor, calma, serenidade, estabilidade, saúde e bem estar. Com facilidade os ambientes em tons verdes promovem o equilíbrio mental, a harmonia, e sensação de repouso e relaxamento. Essa cor atenua as emoções, facilita o raciocínio correto e amplia a consciência e compreensão. O verde é a própria imagem da segurança, proteção e aconchego que muitos almejam criar em um ambiente.

Azul

O azul remete ao frio, ao mar, ao céu, e produz sentimentos como a paz, a serenidade e harmonia. Assim como o verde, o azul transmite frescor e serenidade, porém com um dinamismo maior que o verde. O azul transmite confiança, respeito, tranquilidade e sofisticação e por fazer parte do espectro frio, por sua quietude e confiança, promove a devoção e a fé. O azul é uma cor popular associada ao dever, à beleza e à habilidade.

Violeta/Roxo

Tonalidades roxas, violetas e lilases são a figura clara de fantasia, mistério, espiritualidade, sonho, misticismo e ao mesmo tempo, delicadeza. Dependendo da tonalidade, pode criar também ambientes calmos e serenos. Dons artísticos, tolerância e consideração estão associados às cores, roxa e violeta.

Rosa/Pink/Magenta

Tons rosa, desde os mais claros aos mais intensos, jamais passam despercebidos em uma composição de design. Há muito tempo rotulada como uma cor estritamente feminina e delicada, os tons rosa, pink e magenta ganharam forças no mundo do design, graças a descobertas de novas combinações e usos. Independente do tom, os rosados expressam delicadeza, afetividade, calor e energia. Rosas amarelados (conhecidos como “rosa antigo”) entram na categoria de tons pastéis, e figuram muito bem ao lado de tons escuros e pesados, como o azul marinho ou marrom café. Rosas derivados da simples mistura de branco com vermelho são clássicos na decoração de quartos de meninas. Se misturado a outras cores, como o verde cítrico, por exemplo, traz um ar de alegria e frescor, e ainda sai da linha do monótono e previsível. Já os tons pink e magenta são dramáticos, modernos e estimulam as pessoas, e em empreendimentos comercias, eleva as vibrações. O pink e o magenta também são bem-vindos em ambientes residenciais e, quando combinado com móveis mais modernos, deixam o ambiente com ar ousado e sofisticado. Adapta-se muito bem com toques de preto, que traz muito glamour à composição.

Bege

Os tons beges (ou pastéis) são o grande coringa dos projetos de Design de Interiores. Usado para equilibrar e também compor com maestria, os tons neutros como beges e crus sempre são bem-vindos em composições sóbrias e clássicas, e jamais saem de moda. Uma grande vantagem dos tons neutros também é que dificilmente alguém irá “enjoar” de um projeto com esses tons. Beleza, nobreza, sofisticação e tradição são algumas sensações transmitidas por essa cor admirável.

 

Marrom

Assim como as matizes beges, o marrom proporciona a sensação de que tudo é permanente, sólido e seguro. É a cor da estabilidade, principalmente quando usada nos móveis e adereços. A cor marrom também aceita combinações com cores opostas e contrastantes.

Claro que a escolha das cores não é nenhuma unanimidade, e a gente sempre pode investir em outras escolhas para deixar a casa com a nossa cara. Porém, é sempre bom saber por onde começar, não é mesmo?

Agora me conta quais as cores que fazem parte da decoração da sua casa e quais você gostaria que fizessem, mas ainda não estão presentes!

É isso Galera, espero que tenham gostado do post.

Não se esqueçam de curtirem ai quem gostou viu Rsrs…

E vou deixar também aqui minha fan-page correr lá e curti viu 😉
https://m.facebook.com/Valeriafernandesdesigner

E meu Instagram@valeriafd_designer

Até a próxima…
Bjim

Psicologia das cores aplicado no Design de interioes – Parte I

Olá Galera!!

Hoje vem falar um pouquinho sobre como nós designer de interiores usamos a psicologia das cores e aplicamos ela nos ambientes elaborados.

Conforto,felicidade, bem-estar e qualidade de vida são buscas constantes do ser humano e para essa conquista é preciso estar em harmonia om ambiente  vivenciado, quer seja natural ou construído, real ou virtual.

As cores, um dos principais elementos compositivos destes ambientes, presentes na natureza e por consequência , na essência humana. “são alimentos da alma. A falta delas quebraria a harmonia que existe dentro de cada um e na sua relação com a natureza”. São tão importantes em nossas vidas que, desde a infância, nos fascinam apresentado-se como instrumento ativador da imaginação, da inspiração e da sensibilidade.

Na composição de ambientes as cores devem interagir harmoniosamente com espaço, a luz incidente (natural ou artificial), as sombras, os objetos, suas formas e distribuição no meio imprimindo-lhe personalidade no tange a percepção do todo e à interatividade entre o universo cromático e o psiquismo humano.

Vamos lá então saber como elas são grandes influenciadoras.

Branco

O branco reflete paz, pureza, calma, inocência e dignidade. É uma cor suave, e tem o poder de tornar um ambiente pequeno visualmente maior. Por ser composto por todas as cores o branco reflete a luz, e é uma alternativa excelente para ambientes com pouca luminosidade. Em Design de Interiores, a cor branca compõe ambientes sofisticados, iluminados e vivos. O branco possui ainda a grande vantagem de realçar todas as outras cores associadas a ela.Uma grande tendência hoje para quem deseja inovar, mas sem ousar tanto são os tons off-white, ou seja, o branco com um leve toque de outros pigmentos. Uma vantagem observada em relação ao off-white é que esse tipo de tonalidade branca controla significativamente a claridade dos ambientes.

Preto

Insira uma legendaEssa cor, se utilizada de forma coerente, é ideal para compor ambientes nobres, luxuosos e clássicos. A cor preta pode até tornar-se alegre e expressiva, e quando combinada corretamente com outras cores pode até realçá-las. Não há muito tempo que os Designers “descobriram” que a cor preta responde muito bem aos ambientes de trabalho, comerciais e até mesmo residenciais, quando modernos e sofisticados. Não é à toa que o preto em Design de Interiores remete a poder, responsabilidade e imponência

Cinza 

Por ser uma cor neutra, o cinza quando usado sozinho remete a tristeza, angústia e desânimo. Porém, o cinza possui o poder de realçar com perfeição as outras cores. Responde muito bem quando combinado com cores fortes e vibrantes, como o roxo, o verde e o amarelo limão. Essas combinações e tantas outras harmonias com o cinza remetem a sabedoria, requinte e sensatez.

Vermelho

O vermelho é uma das cores mais ecléticas e vibrantes em harmonia de interiores. Força, vitalidade, sensualidade, paixão e calor são o que o vermelho representa. Em móveis e objetos, o vermelho possui o poder de realçar formas, e isso se deve ao fato de ser uma cor com muita força e peso visual.  O “queridinho” de ambientes ousados, o vermelho faz sucesso em ambientes comerciais como bares e restaurantes, pois é capaz de estimular o apetite e criar ambientes extremamente aconchegantes. Em ambientes residenciais o vermelho também faz sucesso. Usado nos quartos certamente vai torná-los mais estimulantes. Em salas, pode ser combinado com outros tons neutros, como os brancos, beges e cinzas. Alguns aspectos favoráveis que o vermelho sugere são a motivação e o estímulo, posto que essa cor estimula a vitalidade e energia e é um convite à atividade, atenuando a inércia, a melancolia e a tristeza. Quer um ambiente alegre e moderno? Aposte no vermelho!  Mas cuidado ao escolher o tom do vermelho. Há vermelhos nobres e intensos, enquanto outras tonalidades mais “abertas” podem aludir à indecência, vulgaridade e falta de polidez em certas ocasiões. O vermelho provoca reações físicas nas pessoas, e por isso mesmo deve ser utilizado com cuidado. Raiva, brutalidade, crueldade, rancor, revolta e desconforto intenso podem ser algumas possíveis reações.

 

Laranja

Quase tão vibrante quanto o vermelho, os tons laranja exalam prazer, êxtase, luminosidade, e lembram o próprio flamejar do fogo. Representa o calor, luz, festa e euforia. Por esse motivo é uma cor excelente para ambientes comerciais, tais como lojas despojadas, lanchonetes e restaurantes.O laranja promove a criatividade, conforto, alegria e expressividade. Comunicação, movimento e iniciativa geralmente são elementos dessa cor, posto que o laranja energiza o corpo e ajuda nos processos de assimilação e distribuição. Por promover toda essa energia, o laranja não é adequado para pessoas facilmente irritáveis ou estressadas.

Amarelo

Associada à própria luz solar, o amarelo representa a energia, alegria, verão, é a cor da luz, a cor mais luminosa do circulo cromático. Assim como o vermelho, o amarelo possui a capacidade de realçar as formas de objetos e móveis em um ambiente, devido à sua grande capacidade de expansão. O uso dessa cor em halls, corredores e lugares com pouca iluminação é interessante, pois além de iluminar, o amarelo também propicia a sensação de expansão do espaço. Essa cor é associada ao intelecto, às ideias e à inquirição mental, e não é a toa que muitos adotam o amarelo para “fazer as vezes” em seu escritório particular. Apesar de vibrante, o amarelo é capaz de transmitir sensações variadas de bem-estar, esperança e o sentimento de que tudo correrá bem. Outras sensações obtidas pelo amarelo estão relacionadas ao brilho, jovialidade e alegria.

Bom é isso galera, durante a semana te a parte II falando do restante das cores ok!!

Espero que tenham gostado do post de hoje.

Não se esqueçam de curtirem ai quem gostou viu Rsrs…

E vou deixar também aqui minha fan-page correr lá e curti viu 😉
https://m.facebook.com/Valeriafernandesdesigner

E meu Instagram@valeriafd_designer

Até a próxima…
Bjim

 

 

 

 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑