Busca

Valéria Fernandes Designer de interiores

Olá pessoal, montei esse blog para poder compartilhar e divulgar meus trabalhos, inspirações, dicas, novidades e curiosidades ligada ao designer de interiores, paisagismo, vitrinismo, mobiliário, decoração de festas, arquitetura e engenharia com vocês! "Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade."

Categoria

Paisagismo

Paredes Rústicas

Olá Pessoal!!

Hoje minha dica será de como usar parede rústicas na decoração.

O estilo rústico significa ter um ar mais natural, onde o ambiente e seus objetos criam uma atmosfera única que remete a natureza. Para adaptar seu ambiente a esse clima de uma forma simples a dica é levar através dos materiais e texturas, diferentes possibilidades na decoração.

O efeito causado por uma parede rústica vai além do sensorial. Elas refletem as luzes (artificial e a solar) de uma forma diferente, realçando e valorizando o ambiente.

Na decoração, o estilo rústico se traduz por meio do uso de elementos naturais sem acabamentos perfeitos ou delicados –  madeira, pedras e tijolinhos irregulares, tecidos naturais, ou fibras como a palha, por exemplo.

Na hora de decorar você não precisa criar um espaço totalmente rústico, é possível escolher elementos como detalhes na parede, piso ou móveis que contrastem com a decoração mais moderna e minimalista de seus ambientes preferidos!

Apesar de ser um estilo que requer decorações com personalidade,  atenção para não misturar muitos objetos e cores.  A ideia é transmitir um espaço acolhedor, natural e simples.

Para não deixar o ambiente pesado, o ideal é mesclar materiais e peças, entre rústicos e modernos, e não exagerar nos elementos decorativos. Um ambiente acolhedor e natural consegue-se com simplicidade.

 

E a Portobello vem trazendo cada dia mais e mais novidades para usarmos na implantação dos nosso projetos, vejamos a seguir alguns desse produtos:

terracotta_254
A argila moldada úmida e seca em fogo é uma técnica ancestral para uso em artefatos e arquitetura. Terracotta é o nome dessa técnica, que significa “terra cozida” em italiano. Inspirada na tradição artesanal,Terracotta Portobello é um revestimento para paredes internas e externas que traz tons contemporâneos da argila para dar calor e aconchego aos ambientes.
studio-craft_280
A argila, nossa principal matéria prima, nos remete às origens do material. Revisitando as origens da cerâmica, surgiu Studio Craft, porcelanato com superfície delicada e cores naturais que possibilitam composições suaves e aconchegantes. Pequenos tijolos de cerâmica esmaltados
a mão e cobogós de cerâmica natural ampliam as possibilidades da linha!
Max Mosaics
Interpretações de diferentes em mosaicos prensados 60×60. Na madeira a técnica da marchetaria revela um efeito gráfico moderno para decoração, sem deixar o toque rústico de lado!
Coleção Brit Portobello
Os tijolinhos de cerâmica são usados desde
a antiguidade na arquitetura, mas o tijolo inglês
se destaca dos demais. Material tradicional
na Inglaterra, os tijolinhos seguem normas e padrões que definem suas características e formatos.  A partir desse olhar, que percorre o tijolinho 
inglês através do tempo, criamos uma interpretação contemporânea da beleza desse material
 em porcelanato, para revestimento de interiores
 e fachadas.
Fonte: Portobello

Bom é isso pessoal, espero que tenham gostado do post de hoje.

Não se esqueçam de curtirem ai quem gostou viu Rsrs…

E vou deixar também aqui minha fan-page correr lá e curti viu 😉
https://m.facebook.com/Valeriafernandesdesigner

E meu Instagram@valeriafd_designer

Até a próxima…
Bjim

 

 

 

 

 

 

Ecodesign o que é?

Ultimamente, o termo ecodesign vem sendo muito usado, principalmente quando o assunto é construção. Mas, afinal, o que é isso?

Segundo o designer italiano Ezio Manzini, referência mundial em sustentabilidade, ecodesign é a atividade que, ligando o tecnicamente possível ao ecologicamente necessário, faz nascerem novas propostas que sejam social e culturalmente aceitáveis.

Ou seja, as construções que utilizam o conceito de ecodesign têm uma preocupação sustentável desde a concepção até a execução do projeto, abordando arquitetura, engenharia e muitas outras etapas. Tudo isso para reduzir o uso dos recursos não renováveis e a geração de resíduo, além de economizar custos de disposição final.

Design ecológico é um termo que está em crescente tendência mundial nos diversos setores, como na arquitetura, design, moda e até na arte. O grande propósito dessa história toda é desenvolver produtos, serviços e sistemas que minimizem o impacto ambiental, reduzam o uso de recursos-não-renováveis e seja socialmente justo. São os produtos chamados “politicamente corretos”, ou seja, é uma ótima desculpa para consumir sem culpa!

arquitetura sustentávelEste é o verdadeiro resultado da soma de arquitetura+ecologia. O edifício de concreto, a “selva de pedra” se rende  à tecnologia paisagística, ao ponto de se tornarem única e modificar a paisagem urbana, algo que ainda encontra resistência. Este sistema de jardins verticais foi projetado pelo botânico e paisagista Patrick Blanc para o Musée de Quai Branly, em Paris, na França. Esta preocupação ecológica trás grandes benefícios, como o menor consumo de energia, a melhor qualidade do ar e uma extra proteção contra agentes externos.

Móveis Nomadic_ James Hennessey e Victor Papanek

Embora a relação do design com a ecologia seja atualmente um tema constante na mídia, este conceito não é tão novo como parece. Já nos anos de 1970 o americano Victor Papanek foi o primeiro designer a ter consciência do impacto ambiental dos seus produtos. Ele foi um homem a frente do seu tempo, mas incompreendido por seus colegas, que julgavam exagerada a sua preocupação em relação ao design com o entorno artificial e natural.

Livro Móveis Nomadic_ James Hennessey e Victor PapanekAcima capa e parte do livro Móveis Nomadic, de Victor Papanek e James Hennessey, publicado em 1973. Victor escreveu ou co-escreveu oito livros, viajou ao redor do mundo explanando seus ideais para projetos ecologicamente corretos, que atendessem aos necessitados, idosos, deficientes e os segmentos minoritários da sociedade.  Acreditava que os designers poderiam ajudar com suas criações a servir nas necessidades reais dos seres humanos.

design sustentável Frank GehryCom seus móveis de papelão feitos a partir de placas coladas e recortadas em formas orgânicas, o arquiteto canadense Frank Gehry foi um dos  pioneiros relacionados à produção de móveis sustentáveis. Os 30 móveis criados por ele na década de 1970 (duas séries em papelão e uma em madeira laminada) incorporam formas incomuns que também são visíveis em seus projetos arquitetônicos esculturais reconhecidos em todo o mundo. Características que podem muito bem serem atribuídas à sua formação em artes plásticas, anterior ao curso de arquitetura.

Casa da Cascata, Frank Loyd Wright

Interior Casa da Cascata, Frank Loyd WrightAo falarmos de design ecológico, não poderia deixar de citar a arquitetura do norte-americano Frank Loyd Wright. O intorno desta casa inspirou a arquitetura dos movimentos da cascata e utilizou a madeira e a pedra disponíveis no terreno para projetar esta inesquecível e célebre casa da cascata (1936). Wright foi o precursor de uma tendência chamada contextualista, cuja a arquitetura é resultado das características externa ao edifício que será idealizado.INTERIOR HOTEL, PROJETADO PELOS IRMÃOS CAMPANA

POLTRONAS IRMÃOS CAMPANA

pufes feltro, irmão campana

Atualmente o Design de Interiores possui uma importante vertente no design sustentável, e existem várias alternativas de reaproveitamento e diminuição de resíduos. O profissional de interiores deve buscar maneiras criativas para projetar produtos e serviços, repensar a utilização dos materiais, através dos tão falados “3 Rs” (Reduzir, Reusar e Reciclar). E os Irmãos Campanas fazem isso com muita responsabilidade e competência, seus trabalhos têm sido reconhecidos no mundo afora. Com exportações de seus produtos para diversos países e exposições, entre elas na Feira Internacional de Móveis de Milão e  no MOMA, Museu de Arte Moderna de Nova York, sendo os primeiros brasileiros a terem seus trabalhos em exposição permanente.

Bom é isso galera… Espero que tenha gostado o post de hoje.

Não se esqueçam de curtirem ai quem gostou viu Rsrs…

E vou deixar também aqui minha fan-page correr lá e curti viu 😉

https://m.facebook.com/Valeriafernandesdesigner
Bom é isso galera!!!

Até a próxima

Bjim

 

Fone: Blog Adriana Lima

 

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑